17.9.06

A Odisséia do Laptop

Neste sábado que passou fomos, eu meu querido marido, felizes e contentes em busca de nossa ligação com o mundo - o nosso laptop. Geladeira, cama e até mesmo o novo apê podem esperar, a ligação com o mundo não!

Já conhecendo a Best Buy de outros carnavais nos EUA, fomos direto para lá. O que não esperávamos é que estaríamos nós e as torcidas de todos os times de hockey do Canadá fazendo compras naquele dia! Era o Best Buy Grand Opening Clebration (uma espécie de feirão da tecnologia com muitos descontos) que a loja realizou durante o fim de semana para atrair consumidores. Conseguiu e como!

Só para chegarmos na porta da loja, tivemos que passar em meio a uma multidão que assistia ao show do John Mayer (que eu logo de imediato já apelidei de Zé Mayer) e que era uma oferta da loja (o show era de graça) bem no cruzamente agitado da Dundas com a Yonge (em frente À loja) . O som do tal de John Mayer (alguém conhece? ) até que era do bom mas o nosso foco naquele momento era o laptop.

Vencida a multidão do show, tivemos que vencer a multidão que comprava tecnologias (eu amo tecnologia e esta loja é um inferno para quem gosta!!). Quando chegamos perto de nosso sonho de consumo ouço:

-"Todos devem deixar esta área agora! por favor retirem-se agora !" ordenavam os "policias" (aqueles dos meus seriados favoritos).
Quando olhei a minha volta me dei conta que estavamos cercados por um bando de seguranças , polícias de tudo quanto foi jeito. Pensei, meu deus! deve haver alguma ameaça de bomba por aqui não é possível!

Aproximei-me do policial e perguntei o que acontecia.. E não é que o tal do "Zé Mayer" nos impediria de comprar nosso tão esperado laptop!! Isso eram 16horas e a área só seria aberta novamente 19horas. E tudo isso por causa da tarde autógrafos do "Zé"!!

Fomos fazer hora pois estávamos determinados a voltar para casa com nosso "brinquedinho" e quando voltamos, após nos sentirmos em uma verdadeira feira onde o vendedor atendia 4 pessoas ao mesmo tempo e laptop vendia feito água, conseguimos finalmente levar para casa (digo hotel) o nosso "bebê".

21h- abrimos felizes e contentes. Ao ligar nada aconteceu! Meu marido disse que a minha expressão de frustração naquele momento foi incrível! Fomos dormir inconformados!

No domingo às 11 da manhã (na reabertura do feirão) enfrentamos uma fila que mais parecia o Hopi Hari nas férias de julho (com a diferença da extrema organização). E aí vem a melhor parte de tudo e a deliciosa sensação que já sinto na pele de morar aqui - a simplicidade e a rapidez em resolver as coisas. Em 10 minutos conhecemos o serviço de atendimento ao consumidor da Best Buy (excelente e aprovado) trocamos por outro laptop e finalmente posso voltar a atualizar o blog!

5 comentários:

Luly :) disse...

Oi, Paula!!

Quase nos encontramos!!! Estávamos no Eaton no sábado tb! E fomos na Best Buy, só que um pouco mais cedo... :)

Bjos

lelé disse...

Ai que sds!!! Quando morei em Toronto matei aula para assistir ao show do REM!!! Excelentes lembranças... bjs e viva a tecnologia!

Fernanda disse...

É o que ue digo.... o final do post vale por tudo! As coisas funcionam e são simples! Se fosse aqui, uns cabelos a menos no se marido e umas rugas a mais para vc e talvez uma gatrite no final do dia! Ahhh o fígado de vcs tbém agradece pela mudança!

Beijos!
www.lagrima.blogger.com.br

Dani e Rafa disse...

Oi,
Era inauguração da Best Buy no Eaton (hehehe) por isso estava aquele mundaréu de gente, é a primeira loja da Best Buy downtown (imagine a animação do povo). Eu estava lá tb :) . Fui comprar uma câmera digital pq a minha quebrou.
Bjs

cecilia brandao disse...

Oi Paula,

Meu marido numa loja dessas eh pior que o Matheus (meu filhote) na secao de brinquedos do Wall Mart ou similar - rs

Mas q esse brinquedinho (laptop) eh bom, ah isso eh!!

abracos

Cecilia