17.9.06

Explorando o bairro Português

Mesmo sendo filha de pai e mãe professores de geografia, durante toda a minha vida escolar nunca soube que a China fazia fronteira com Portugal. Pois é, isso mesmo! Em Toronto isso é possível e incrível!

O hotel que escolhemos para nos hospedar é extremamente bem localizado (fazemos tudo a pé) e fica muito próximo da "fronteira" entre os bairros chinês e português. Este fim de semana fomos bater perna no bairro português. Caminhar em Toronto é uma daquelas experiências que eu recomendaria a todos uma vez na vida.

Em um momento você está lendo placas em chinês, ouve inglês e chinês e, em outro, ouve o português falado na terrinha de nossos patrícios. Todo e qualquer estabelecimento que você entra é atendido no idioma de Camões.

Destaque para a boa comida portuguesa que é facilmente encontrada por lá. Sem falar na ótima relação custo benefício (principalmente para o casal aqui que (ainda) está administrando um orçamento que só sai) . Após andarmos quase tudo por lá, almoçamos na Churrasqueira (se fosse no Brasil chamaríamos de Rotisserie um local como este) do Sardinha um excelente frango assado acompanhado de risoto e batatas por apenas $7. Um prato muito bom e bem servido sai mais barato que o Mc Donald´s e come-se melhor. Além disso, até então, a garrafa de um litro de água mais barata que encontramos também foi lá.

É um bairro bem curioso e que vale o passeio mas já sei que é um bairro onde não pretendo morar (até para não me acomodar no idioma mãe - lá se você quiser você não fala inglÊs em momento algum). Mas que certamente frequentarei para comer a boa comida Portuguesa e até adquirir alguns produtos brasileiros no mercadinho Nosso Talho.

2 comentários:

Dani disse...

Oi queridos.
Saboreio cada palavra, me transporto para os lugares. Morro de saudade e alegria com cada post.
Puxa, que bacana....
beijo!
Caldeirola

Paula Regina disse...

Olá Paula Regina,

Tenho um "vício" (saudável!) de ler blogs e ultimamente tenho lido blogs de pessoas que moram em outro país (talvez fruto de um desejo de migrar para terras mais distantes... quem sabe, um dia a coragem fale mais alto) e quando vi um blog de uma xará, não resisti.

Adorei ler seus textos.
Boa sorte nas terras canadenses!!

Até mais.
Paula Regina