2.6.06

A Hora da Estrela

Inevitável não parafrasear o título de uma das obras mais famosas da escritora Clarice Lispector. Estou me sentindo uma celebridade. Uma estrela. É a hora da estrela!
Desde que a minha querida gerente (Lala, você também é uma pessoa muito especial para todos no departamento) enviou o e-mail para a Johnson & Johnson inteira avisando a minha saida (com o motivo dela no corpo da mensagem) eu me senti uma celebridade!
Pessoas ligavam para o meu ramal querendo saber detalhes (e acionar a lista das 3 perguntas mais feitas por todos entre as top dez), encontravam comigo no elevador e me paravam para perguntar e dizer boa sorte!
É incrível como, entre os "que delícia", "boa sorte", "como você não falou antes", "parabéns", "que loucura boa", as pessoas transmitiam para mim a mensagem de que no fundo (mas lá no fundo mesmo) cada um de nós guarda em si uma vontade em realizar algo grande e novo em suas vidas ao menos uma vez (independente do que quer que seja)!
Aí vem a vida, encarrega-se de passar bem rápido e os momentos se sobrepoem à velocidade da luz, transmitindo-nos a sensação de uma falsa "permanência" e "estabilidade" . Perdemos a noção da Finitude que nos cerca.
Filosofias à parte, o que tenho pensado nestes dias mesmo é sobre de que maneira, mesmo o seu aviso prévio e saída do trabalho, acaba se tornando motivo de celebração quando se está em busca de uma grande realização pessoal.
Ah! depois de todos os telefonemas e interceptações nos corredores da empresa, pensei seriamente em criar e ministrar a seguinte palestra : "Como tornar-se uma celebridade instantânea no mês de seu aviso prévio no trabalho". Enquanto a minha palestra não percorre mundo afora, aí vai a receitinha:
  1. Junte um grande projeto que sai do papel e que não seja centrado em carreira.
  2. Uma boa dose de despreendimento e coragem
  3. Acrescente um ótimo planejamento (com planilhas de excel e controle de gastos no lar) e uma soma de dinheiro guardado e solte a seguinte frase: "Estou deixando o país". Pronto. está feito... você já é uma celebridade! Todos no seu bairro, trabalho e ao seu redor vão quer saber detalhes e você vai se sentir como eu agora!

Claro que nada perto de um Ronaldinho Gaúcho que ouve gritos quando pisa o gramado dos treinos que estão acontecendo em Weggis na Suíça. Aí já é uma outra coisa - precisa jogar MMUUUIIIITTTTTOOOOOOO!!!!!!!!!!!!!

3 comentários:

Dani disse...

E olha amiga: vcs merecem beeeeeeeem mais gritos que o Ronaldinho pq apesar de ele ter um sonho e jogar horrores, vamos e convenhamos: ele é feio pra dedéu!!
hahaha
beijo

Bruna disse...

é que você também é uma celebridade da bola. De neve! HA-HA!
beijocas

bruna disse...

sugestão de pauta: uma listinha dos to-dos até setembro - coisas práticas mesmo, como onde guardar os objetos que estão hoje na casa de vocês, reservar passagens, reservar um lugar pra ficar por lá nos primeiros dias,etc...