6.6.06

"Família Vende Tudo"

Esta foi a maneira carinhosa como a Bruna (nossa querida estagiária que apesar de estar conosco há apenas poucos meses é muito especial e dedicada. Bru, você vai longe viu?) definiu o meu atual momento!

Bru, permita-me reformular a frase - "Família vende e/ou doa quase tudo".... Incrível como quanto mais o momento se aproxima, o raciocíonio e comportamento vão ficando mais lógicos e racionais - quase cartesianos. Não se preocupe querido marido engenheiro - racional mas sem perder a ternura e o encanto pela vida e amigos!

Tudo que vou fazer e/ou comprar pergunto-me primeiro: "qual a real função disso agora?", "vou realmente precisar disso?" "isso caberá na mala de 32 kg permitida pela Air Canada?". Outro dia minha querida mãe perguntou-me - "Filha, vc quer levar emprestado uma bolsa para usar neste último mês de trabalho lá em SP?" e eu , em menos de dois segundos respondi - "Não mãe, eu estou me desfazendo de coisas e não adquirindo".

Desfazendo de coisas, hábitos, cultura, alimentos, horários... Esta é a palavra chave de sucesso para o projeto - desfazer. Muitos têm me perguntado o que é mais importante para colocar em prática um projeto como este. Aí vai a resposta: DESFAZER-SE de tudo (menos do carinho e o que se sente pelos amigos e família é claro!) . Trata-se de uma MUDANÇA. Não pode haver comparações apenas o desejo de estabelecer-se lá!

Preocupações como - será que vou comer arroz com feijão lá?, o creme que uso no cabelo existe lá? como vou sobreviver sem a minha manicure e a faxineira? será que o seriado que eu gosto de assistir passa lá? Será..... Será.... Será..... ????? Se os "serás" povoam a sua cabeça nem pense em mecher no "status quo". Mas se você tem plena consciência de que tudo (menos o marido que eu amo muito é claro!) vai mudar e que, sim, você passará outra marca de creme no cabelo, deixará de fazer coisas que fazia por aqui e passará a fazer coisas que não fazia. Aí sim, pode seguir em frente que nada e nenhuma dificuldade que venha te tira do caminho!


O mais interessante de observar também é como, diante de grandes sonhos que se realizam, muitas outras coisas (desde bens materiais e até comportamentos) tornam-se pequeninos e insignificantes! E por falar em pequenino, o que não pode ser grande é definitivamente a mala que vamos levar. Ontem mesmo a minha querida amiga Dani Zuim dizia que quanto mais tempo você vai ficar em algum lugar, menor deve ser a mala. No meu caso então....

Em homenagem à Bruna (aquela mesma que eu elogiei no ínício deste post) ai vai uma listinha "básica" de tudo que teremos (eu e meu querido marido) que fazer daqui até o início de setembro (data programada de embarque) não necessariamente nesta ordem de importância:
  1. Separação das roupas, objetos, livros, cds... O que fica (maioria), o que vai (minoria), o que vou dar para as pessoas especiais, o que deixarei com a minha mãe (plano B caso precisemos ou queiramos voltar) e até o que vou vender (a dani caldeirinha já arrematou a mesinha do computador).
  2. colocar carro à venda
  3. colocar apê à venda (isso é um trabalho para o super marido. Ah! importantíssimo o trabalho em equipe .. lá em casa somos um time!)
  4. Aviso prévio para quem trabalhou para deixar a minha casa limpinha e cheirosa por anos.
  5. Finalizar tratamento dentário e fazer check ups médicos para embarcar "zero bala".
  6. Fechar com transportadora que vai realizar a mudança de SP para Boituva na casa da minha mãe (plano B mencionado acima)
  7. Reservar hospedagem em Toronto para o primeiro mês em nossa nova cidade
  8. Estudar mapas (ruas, metrô, etc) . Para uma filha de professores de geografia é um prazer!
  9. Fechar conta no banco em SP
  10. Pedir demissão no trabalho
  11. Comprar travellers cheques

Xi... a lista está ficando muito longa. Bru, vou dividir esta lista em duas partes ok? Aí fica para o próximo post. Em um bom planejamento, há três meses do embarque, muitas destas coisas já foram feitas e/ou estão em andamento!

A tout l'heure!

2 comentários:

bruna disse...

Olha a minha sugestão de pauta aí! Obrigada, Paul, você sabe o quanto aprendi com você nesses últimos meses. Que essa listinha de To Dos seja muito gostosa de cumprir, afinal, esperar pela festa também é muito bom! beijos

Chris disse...

Oi!
Eu estou aqui agora nesta fase e como vc mencionou algumas cosias estão sendo vendidas, outras doadas e outras em um plano B, que na realidade é mobiliar o ap da minha mãe no litoral.
abc
Chris