30.6.06

A despedida da Johnson & Johnson

Chegou o dia! Mais difícil é saber se chegou o dia da minha despedida na comunicação da Johnson ou o dia da desforra dos meninos. João Ricardo e Renato, finalmente um almoço do departamento em uma churrascaria!! Em tempo: a equipe maravilhosa que hoje deixo é a maior concentração por metro quadrado de pessoas apaixonadas pela culinária japonesa. Excetuando, é claro, os não menos queridos João Ricardo e Renato Toledo.
O João Ricardo - pai do Gabriel e dono de uma alegria juvenil e capacidade de rir de si mesmo encantadoras - deu pulos de alegria quando definimos que o almoço de hoje para a minha despedida seria em uma CHURRASCARIA! O Renato idem.
Meninos, o meu almoço de despedida será uma homenagem à vocês. Deliciem-se com picanhas, linguiças, alcatras e afins! Eu mal posso esperar para ver a cara do João Ricardo quando o garçom passar com espetos de picanha na brasa e a do Renato quando vir aquela gordurinha suculenta hein Rê? (O Renato é um caso raro na natureza, para estudo mesmo. Come de um tudo em proporções nada generosas e mantêm-se jovem, esbelto e feliz). Continue sempre assim Rê.
Afinal, em mais de três anos juntos quanto sacrifício para os pobres que nos acompanharam sempre nos almoços tipicamente japoneses do departamento. João, desta vez você não precisará ficar ouvindo e tentando traduzir as melodias orientais e ficar apenas nos pasteizinhos fritos do rodizio do Nanako http://www.nanako.com.br/index_site.html UFA né? Eles merecem...
E não pensem que o resto da turma vai ficar só olhando não vai ser um almoço e tanto. Regado, tenho certeza, a muitos risos e gargalhadas como sempre foi quando juntamos esta turminha da pesada que mora no meu coração e vai fazer muuuiiiittaaaa falta!
Parafraseando a Xuxa - "Queridos - João Ricardo, Renato, Lais, Bruna, as Danis (Zuim e Caldeirinha) e Leslie foi muito bom brincar com vocês, estar com vocês!!" Alguém aí vai dizer mas não são os seus colegas de TRABALHO? É verdade sim (e quanto trabalho né turma?) mas o fato é que quando trabalhamos com uma turma que possui a especialíssima capacidade de rir nas adversidades e de nós mesmos, trabalhar vira uma brincadeira de criança!
Sucesso e boa sorte para cada um de vocês. E que venham as picanhas !!!!!

6 comentários:

bruna disse...

À minha futura hostmother (para quando eu for estudar na Seneca): ainda não acredito que é o último dia! Segunda vai ser um dia estranho, Paul - mas a falta que você vai fazer é compensada pela nossa alegria em assistir esse projeto de tanto tempo virando realidade. O link da "minha página da web" é uma homenagem às suas gracinhas ;) Beijos e muitas felicidades pra você e pro Humer!

Anônimo disse...

Eu, humana assumida, já estou chorando. E que não me venham com essas xurumelas de que eu não devo chorar, que vcs estão feliz, etc, etc e etc (aliás, as pessoas deveriam policiar seus comentários. Toda vez que alguém fala isso para mim me sinto um monstro mesmo não sendo). Óbvio que eu sei que vcs estão felizes e puxa, é um sonho se realizando (eu sei a importância disso, e como sei)e eu estou muito, muito, muito feliz e orgulhosa de vcs, meus amigos, de verdade e do fundo do meu coração!
Mas PORRA, eu vou MORRER de saudade e não sei não sentir isso. SOU assim, fazer o que?
Aliás, se vc espichar o pescoço vai ver que eu já estou chorando....
Desculpa amiga. O bom de tudo isso é que eu sei que vcs entendem...
beijo!

Lála disse...

Eu ainda não consegui realizar que vc não estará mais aqui conosco no dia a dia do trabalho e de algumas outras horas sempre cheias de risadas e discussões infindáveis sobre nosso trabalho, sobre esta área, sobre nossas vidas. Claro que estaremos sempre nos falando, mas juro que minha ficha não caiu.Talvez na 2a. feira quando não tivermos mais sua presença física aqui, suas bem humoradas colocações, suas reflexões, comece a perceber o que está acontecendo.
De uma coisa tenho certeza absoluta. Vamos sentir MUITA falta de vc. Mas o bom é saber que vc vai fazer o que sempre quis e no que puder ajudar, conte comigo.
Beijão a vc e ao Maurício
Lála

Dani disse...

Ah, o anônimo sou eu! hihi

Paula Regina disse...

Bruna,
agradeço do fundo do coração as suas meigas palavras e saiba que gosto muito de vc! Se um dia eu tiver a honra de ser a sua hostmother será um prazer!
Dani,
pode ficar tranquila que eu entendo vc sim. Entendo porque a conheço bem e sei da intensidade dos seus sentimentos que nutre pelos amigos. querida, também te adoro muito e tenho certeza que vc vai conquistar os seus sonhos também!
Lalá,
minha querida ex-gerente vc, além de já estar no meu coração como pessoa boa e especial que é, acaba de entrar para o Hall dos ex gerentes que serão sempre lembrados com muito carinho!
Obrigada por tudo!

Leslie disse...

Amiga, estou tirando todo o atraso. Decidi sentar em frente ao meu computador hoje a noite só para ler todos os seus textos! E vc não sabe como este, em especial, me tocou. Primeiro porque não pude partilhar da picanha e depois porque não pude chorar junto com todos do departamento... parece que foi ontem que te liguei dizendo que era hora de parar de lavar louça! Você nos ensinou um monte de coisas durante estes três anos de J&J, assim como tenho certeza que você aprendeu também. E este é um dos grandes baratos da vida: estar aprendendo e estar ensinando (veja bem, acho que vc não sofrerá mais com o gerundismo em seu novo idioma...).
e termino dizendo o seguinte: minha ausência na J&J foi providencial. Deus decidiu me tirar porque talvez eu não agüentasse a emoção.
Bjs choramingosos da amiga Lelé