24.7.07

Life-Long Learning

Três palavrinhas, três “Ls” e inúmeras conotações! Pergunte ao gerente de Recursos Humanos de qualquer multinacional e ele vai dizer que trata-se das 3 palavrinhas mágicas que ele quer ouvir de todo candidato à uma vaga. Leia os panfletos publicitários de cursos de especialização no Brasil e verás “Educação continuada” – os “continuing education courses” daqui.

Traduza literalmente (aprendizado por toda a vida) ao caboclo da roça e ele vai dizer – “Vivendo e apredendo!” e eu venho acrescentar à sabedoria matuta do caboclo a palavrinha mágica SEMPRE! Se no Brasil que, em tese, a minha situação estava relativamente confortável e “estável” (questionável), já era parte integrante da minha filosofia de vida o “Life-long learning” e o fazia com prazer. Agora então faz até mais sentido!

A verdade é que a equação livros + sala de aula + professor sempre exerceu sobre mim um forte poder de sedução, quase que magnético! Por toda esta minha inquietação com o aprendizado, aos 7 anos de idade estava lá eu nas salas do FISK cantando one little two little three little indians...e lá fui eu até os meus 15 anos passando por todos os livros imaginaveis de lá. Nunca mais parei. Depois veio a influência de um professor que falava francÊs na faculdade e lá fui eu para os quase quatro anos de Aliança Francesa. Não muito tempo depois fui para o Instituto Italiano de cultura aprender a origem dos meus antepassados.

Veio a vida adulta e a carreira foi tomando rumo para o que é hoje a minha paixão – Comunicação empresarial. Trabalhava PARA e com marketing (e não EM marketing como quase o mundo todo confunde) então vamos fazer um curso para entender de marketing e “falar a mesma língua” lá fui eu para os cursos de educação continuada da ESPM e da FGV. Essa sou eu! Louca, alucinada? InfluÊncia de muito professor na família? Freud deve ter alguma teoria, que eu ainda não li, para explicar isso. Mas quem quer explicação científica se eu mesma já tenho a minha. Estudar, ler e conhecer para mim são verdadeiras paixões e estão longe de ser um sacrifício! Funcionam como terapia, sério!

E nada melhor do que uma "terapiazinha" para o meu momento atual. Dez meses após minha chegada, de ter feito um curso de writing skills no Seneca só para ter certeza que a escrita está apurada, ter feito todos os cursinhos para o imigrante possíveis e imagináveis, Co-op, trabalho de graça, "Canadian experience" e tudo mais, chegou a hora de eu fazer um curso na minha área profissional!

Após meses de pesquisa, muita leitura para entender o sistema de compra de cursos à granel dos Colleges de Ontario, muita troca de informação com profissionais da minha área aqui em Toronto que foram unânimes em afirmar ser o programa do HUMBER college o mais famoso entre os meus potenciais empregadores e o melhor na minha área, começo em agosto o Certificate in Corporate Communications Program. Em um ano, após cursar 7 matérias obrigatórias terei não somente o certificado (uma especialização) mas ampliado a minha rede de contatos na minha área e o meu conhecimento claro. Além de ter feito a minha terapia do conhecimento para ajudar a controlar a ansiedade enquanto o tão sonhado primeiro trabalho remunerado na minha área não chega!

Não vejo a hora! Estou feito criança no primeiro dia da escola que já quer comprar a lancheira, o caderno e o livro novo, o lápis, a borracha e o apontador. Só falta eu querer também o lápis de cor com 36 cores que tinha o verde-piscina que todos queriam na minha época ahaha...

7 comentários:

Jeanne disse...

Paula, o Pedro acabou virando professor universitário no Brasil mas essa praia não é pra mim. O outro lado é muito mais interessante. A sala de aula é um lugar que também me fascina.
Boa sorte no curso e que vc consiga encontrar o tão sonhado emprego.
Bjs

Carol, Ênio e Leila disse...

O verde-piscina... tem tempo. rs Toda a sorte do mundo para você.

Carol

lizete disse...

Oii...Nossa, minha menina!!Foi buscar longe, o verde piscina,heim?Me reportou às aulas, de cartografia!
E..vc sempre, foi decidida e, objetiva, em seus estudos!!Isso mesmo, busque, e, encontrarás!Enquanto isso, vá para sala de estudos, que sei bem, sempre foi sua paixão!
Beijos e..sucesso!

Camila disse...

Que disposição! Confesso que eu já não tenho esse fascínio todo por estudar... eu gosto de aprender, gosto de ler, gosto de me informar, mas não gosto da cobrança de uma faculdade ou curso, ter que ser aprovada, fazer prova disso, prova daquilo, tira todo o meu tesão na coisa.

Falar nisso, um dos meus planos é fazer um curso no Seneca (Law Clerk). O que você achou de lá?

Beijo,

Camila.

Eliane disse...

Sábia decisão, busque os seus objetivos e assim como no Brasil, sempre o melhor! Beijos e que Deus te abençoe.

Anônimo disse...

Viva !!! Essa é a Paula Regina, o resto é papo ... KEEP GOING ...

Tá aí, bater palmas para você mesmo! Não é para qualquer um e sim para os mais selecionados.

Parabéns, corra atrás, você está certíssima.

Sua horinha chega, ahh se chega.
E detalhe: chega com muito BRILHO.

Sucesso em mais esta etapa !
Nós (keep going)

Alessandra Azambuja disse...

Nossa, fiquei impressionada com seu Blog. Estamos imigrando também para Toronto, e as vezes me desmotivo um pouco por causa da demora do processo (já fazem 13 meses... estamos para receber nosso documento de residente permanente), mas teus testemunhais fazem vir a tona toda a ânsia de me mandar logo para aí. Seu blog é um verdadeiro guia para novos imigrantes, hehehehe
Espero poder conhecê-los quando estivermos aí.
Vamos manter contato, alessandra.bolico@hotmail.com
Beijão