31.1.07

No submundo das marcas


Philip Kotler e seus “pupilos” - estudantes e profissionais da arte de administrar o posicionamento estratégico das marcas - vão nos perdoar mas desde que entramos para a categoria “Imigrantes”, não fazemos outra coisa senão consumir produtos que eu carinhosamente os posicionei como pertencentes à categoria - SUBMUNDO DAS MARCAS.

Basta bater os olhos nas gôndolas por aqui para identificar duas “marcas” que, por razões óbvias de preços mais acessíveis, fazem a felicidade do imigrante e tornaram-se predominates em nosso lar Torontense - No Name (como o próprio nome diz “Sem nome”) e PC (President´s Choice - por mim batizada de a marca do presidente) ambas marcas do Loblaws o mercado onde faço compras.

Eu nunca fui uma pessoa muito ligada em marca. Sempre fui mais pela relação custo-benefício “ficou bem em mim ou gosto + posso pagar?” independente de marca. Claro que em nossa posição econômica mais confortável no Brasil acabávamos nos permitindo uma marquinha preferida aqui e outra acolá no que dizia respeito à comida e alguns accessórios.

Agora se tem uma coisa que eu nunca consegui me convencer de comprar no Brasil é OMO que custava o dobro comparado à outras marcas por conta de posicionamento de mercado. Não havia profissional de Mercado no mundo que conseguisse me convencer que as bolinhas azuis com cheiro do ártico custavam o dobra devido à sua múltipla ação de limpeza! Passa mais tarde. OMO baby??? Até nicho de Mercado tem limite.

Então, mesmo no Brasil, sabia bem que nem sempre uma marca bem posicionada e mais cara poderia me entregar melhor o benefício do produto se comparada à outras mais baratas. Por aqui, tem sido interessante constatar que, não raras vezes, produtos No Name acabam sendo mais gostosos (no caso de comida, sim porque vc encontra de um tudo desta marca ou não marca) comparados à marcas bem conhecidas.
A minha útlima constatação foi no duelo achocolatado em pó da Nestlé (marca exclusiva do Mercado daqui que não me lembro agora o nome) X achocolatado em pó No Name. O primeiro eu achei sem gosto e sem açúcar, já o da No name foi direitinho no meu paladar. Resultado - além da economia, no fim das contas, algumas coisas acabam sendo até mais gostosas.

Claro que conforme vamos conseguindo respirar um pouquinho mais por aqui, a tendência é que voltemos a usar determinadas marcas de produtos famosos e que estávamos habituados. Entretanto, muitos ítens do submundo das marcas tenho certeza vão acabar ficando e é por isso que eu acho que os “pupilos” do Kotler por aqui poderiam começar a pensar no seguinte claim - “No Name e PC - entendem a necessidade básica do imigrante em economizar e entregam os produtos com os melhores preços do Mercado” . Algo nesta linha.

8 comentários:

Carol, Ênio e Leila disse...

Boa dica. Vou me lembrar de procurar por essa marca, ou melhor, por essa não marca. rs

Abraço,
Carol

Fabi disse...

Aqui em casa tb só tem caixinha amarela e azul (Equality - a marca do Dominion)... O negócio é economizar, mas como vc mesma disse, na maioria das vezes elas são melhores do que as "famosas"!!!!!!!! Bjokas

Andrea disse...

Oi Paula, Muito bom o seu Blog !! Nós ( meu marido e eu) estamos indo definitivamente em Março, já estivemos aí nas férias em set/2005 e já lemos em vários blogs pessoas que moram em North York e gostam de lá. li em um de seus posts que o prédio de vcs tem conexao com o metro, e em tempos de inverno rigoroso isto é muito bom. Se vc não se importar poderia me passar o site do prédio ou da "imobiliária"? Grata. valenca.andrea@gmail.com

bruna disse...

Paul, voltei! Passei alguns minutos "catching up" nos seus textos - quantas coisas novas! Bom perceber que você está cada vez mais feliz nessa nova vida. Beijo grande! Bruna

.::Ju::. disse...

Ai, Kotler....foi ele que me salvou durante meu TCC! Mas pelo visto vou ter que esquecer todos os princípios dele, pelo menos enquanto estiver no supermercado!

Paula, vc pode se considerar uma mulher de sorte! Já vi várias pessoas com problema de peso por causa do Implanon! Como eu queria ter a mesma sorte que vc! Eu era tão feliz sem o tormento da menstruação!!

Beijos!

Anônimo disse...

Ola, não sei se sabe mas o Loblaws é mais caro para compras (em geral) que o 'No Frills' e o 'Food Basics'... Mesmo ate produtos como o PC...

Paula Regina disse...

Oi anônimo ,
sei sim, pode ficar tranquilo.
bjs

Dani e Rafa disse...

Oi..
O mais legal de tudo é que os productos da PC e a No Name são feitos pelas grandes empresas aqui no Canada... Agora curioso o fato do achocolatado em pó, a Nestlé é quem faz o achocolatado No Name tb (hehehe)..

Beijos.