12.10.06

Preparados para o Halloween no Canadá


Este definitivamente vai ser um Halloween diferente. Para quem foi para o FISK aos 7 anos de idade, comemorar a data (mesmo que no Brasil) não é novidade.

Novidade é estar em terras Canadenses e constatar que as prateleiras das lojas estão todas decoradas e prontas para preparar os adultos, não somente com a decoração, mas também para atender à molecada que vai bater à nossa porta dizendo a famosa frase "Trick-or-treating" (algo como doce ou travessura).

Ao contrário do que muitos imaginam, o Halloween Day não é apenas comemorado nos Estados Unidos. O Canadá, a Irlanda, Porto Rico, o Reino Unido e mais recentemente a Austrália e a Nova Zelândia celebram, todo 31 de outubro, esta tradição originada há mais de 2 mil anos entre os Celtas na Irlanda.

Os Celtas acreditavam que, no último dia do verão (31 de outubro), os espíritos saiam dos cemitérios para tomar conta dos corpos dos vivos. Para amedrontar estes "fantasmas", os celtas colocavam objetos assustadores nas portas de suas casas. Daí a decoração toda ser em torno de monstros, caveiras, bruxas.

Hoje, com a ajuda dos pais, as crianças participam da festa fantasiadas e maquiadas de bruxas e batem de porta em porta na vizinhança soltando a frase "Trick-or-treating" e levam para casa muitas guloseimas.

A contar pelo tanto de lojas enfeitadas e a quantidade de kits de guloseimas Halloween que invadiu as ruas, estou ansiosa para ver os pequenos batendo na minha também é claro. Por isso, hoje quando fui à Canadian Tire, comprar as famosas Tupervares (Taperwares) para levar o "lanchinho" para a escola, aproveitei para pegar os kits guloseimas. Hum....

O melhor é que se sobrarem os doces quem vai se deliciar sou euzinha mesma.
Happy Halloween!

7 comentários:

Lizete disse...

Que lindo !Deve ser divertido e emocionante ,este dia!!!Muito bem ,e, obrigada pelas informações sobre a origem do "Halloween Day"!!!É isso aí ,curta mesmo intensamente,cada cenário cultural!
Beijos...Lizete.

Iracema disse...

Que legal em Paula. Gostei de saber da origem do Halloween Day, até então eu não sabia o porque comemorar em 31 de Outubro. Divirta-se! coma as guloseimas e pense nas comilonas da terrinha!!!
Beijos. Iracema

Iracema disse...

Que legal em Paula. Gostei de saber da origem do Halloween Day, até então eu não sabia o porque comemorar em 31 de Outubro. Divirta-se! coma as guloseimas e pense nas comilonas da terrinha!!!
Beijos. Iracema

Dani e Rafa disse...

Eu quero sair na rua e ver a movimentação. Dizem que todos enfeitam a frente das casas. Deve ficar super bonito e com certeza será divertido.. Vamos?
Vc tb fez Fisk? Eu estou curtindo mto, acompanhar pessoalmente tudo aquilo que só viamos na teoria na escola é mto melhor. Parece que um filme está passando na sua frente. Vc não tem esta sensação? Beijos e Trick or treating.

Fabi disse...

Eu sou tão desligada que essa semana que prestei atenção que essas caixas com salgadinhos e chocolates mini são para a distribuição no Halloween!!!! Aqui no prédio não vão poder bater na porta, só ir na portaria. Ai não tem graça :( Bjokas

Vovó Luiza disse...

Querida, achei o máximo!!! Me lembrei de quando (vovô eu )separávamos dinheirinho e guloseimas para as crianças ...ao pedirem ,BOAS FESTAS!!!! EU , que gosto de história ,amei ,o post!!!
Beijos/saudades/abraços...
Vó Luiza.

Anônimo disse...

Vivi no Canadá por dez anos e participei ativamente do Halloween em Montreal. Eu costumava comprar uma abóbora enorme, daquelas de fazer doce. Eu a levava para casa, por cima de meu ombro. Em casa eu tirava todo o recheio para fazer doce de abóbora com caramelo. Em seguida eu raspava a abóbora e fazia, com uma faca, os buracos dos olhos, do nariz e da boca. Eu ia para a frente da casa, acendia uma vela pregada a um pires e colocava a abóbora vazia por cima, causando uma impressão sobrenatural para quem passasse ao largo. Por ser outono, os dias são mais curtos que as noites, portanto às dezesseis horas já estava mais ou menos escuro. As crianças canadenses estudam das sete e meia da manhã até ás quinze horas. Portanto, naquela hora elas já vinham fantasiadas carregando sacolas. Eu sempre comprava balinhas ou confeitos para distribuir para as crianças. Naquele ano eu tinha comprado uma máscara de bruxa caríssima e, munido de uma vassoura, eu distribuía doces para elas e quando elas se afastavam eu dava aquela risada de monstro. Era muito divertido.
Aqui no Brasil, sou professor de uma escola pública em Taguatinga, no Distrito Federal. Quando eu conto essas histórias para meus alunos, eles ficam fascinados. Eu até escrevi um poema sobre o Halloween, intitulado O ESPANTALHO. As crianças brasileiras adoram. Estaremsos em contacto.
Emanuel Lima