5.7.06

Aniversário de Casamento

Há exatos três anos oficializavamos nossa união no civil. Naquela manhã (também ensolarada) de 5 de julho trocavamos alianças perante o juiz de paz no cartório do Cambuci (curiosidade: mesmo bairro onde casou-se o jogador Kaka); almoçavamos com nossos pais, irmãos e queridas cunhadas (Larissa e Edvânia - as futuras esposas de nossos queridos irmãos) e embarcavamos para a Argentina para uma lua de mel dos sonhos! A combinação Bariloche/Buenos Aires em pleno inverno é uma viagem maravilhosa! Vale muito a pena! Se for lua de mel então...

Alguém vai perguntar: "E o religioso? a festa? os convidados? as daminhas de honra? o bolo? e todo o resto?" E eu respondo: Não seria eu se quisesse casar seguindo todo este script... Nada contra. Muito pelo contrário. Meus amigos e parentes que casaram-se seguindo todo o ritual sabem como eu choro ao ver tudo isso, acho lindo, só não me sentiria nada bem fazendo tudo isso.

Certa vez li uma entrevista da atriz Camila Morgado (que tão bem interpretou Olga no cinema e muitos outros papéis em novelas) e, quando perguntada sobre o que achava do casamento (leia-se todo o ritual), ela definiu que achava lindo, chorava quando via uma amiga casando desta maneira mas que ela mesma sentiria-se "ridicula" fazendo tudo aquilo. É exatamente isso Camila!

O negócio é unir duas pessoas que pensam exatamente igual em muitas questões. Eu não somente encontrei uma, como me apaixonei e me casei com ela! Querido marido, eu vou aproveitar nossas "bodas" (simulando o texto Caras de ser - ergh! Aliás, alguém sabe de que material estamos falando? bodas de papel, algodão, etc..?) para registrar o quanto te amo e o quanto sou feliz em partilhar esta caminhada deliciosa que é a vida junto de ti. Se vc não existisse teriam que inventá-lo só para casar comigo!!


E hoje, há exatos dois meses de deixar o Brasil em busca do nosso maior projeto de vida, só tenho razões para comemorar. Não sem antes, claro, assistir à segunda semifinal da Copa do Mundo entre Portugal e França. Embora tendo um "caso de amor" com a França (que vem desde a faculdade quando comecei a estudar francês) hoje torcerei para que Felipão, Deco, Figo, Maniche e cia façam a final contra a Itália.

Este Felipão é uma coisa mesmo .. até o Roberto Leal (acho que é isso né? Só vi a imagem dele na TV. Quem lembra desta figura que canta: "é uma casa portuguesa com certeza.."?) a TV desenterrou para falar dos patrícios comandados por um grande brasileiro.. saudades da época em que o Felipão treinava o Palestra!! Bem, melhor deixar para lá.

Feliz aniversário de casamento para nós querido marido!

4 comentários:

Marido disse...

Chorei...

Peguei o buquê e não desencalhei! disse...

Puxa, três anos que eu peguei aquele buquê...e até hoje estou encalhada...vcs são o máximo!!!
beijo!!!

Paula Regina disse...

Marido,
te amo muito!

Dani,
pode deixar que o seu está guardado. Afinal de contas quem acredita nestas crendices de buquê? Eu não e vc ?

Leslie disse...

Paula e Mauricio,
vcs foram a maior prova para mim de que sim, as almas gêmeas existem. É por isso que ainda sigo procurando a minha.
Que vcs possam comemorar esta data, no mínimo, mais cinqüenta vezes! Amo vocês! Lé