10.5.07

Conhecendo a MPC

Mesmo antes de deixar o Brasil, já curtia e conhecia um pouco de MPC mas agora que moro no Canadá ficou bem mais gostoso e fácil entrar em contato direto com bons nomes do gênero.

E antes que alguém pense que estou falando sobre algo de comer, vou logo explicando que MPC é o apelido carinhoso que dei para denominar todo cantor (a) e banda de origem Canadense, vulgo Música Popular Canadense.

Ainda em solo Brasileiro ouvia alguma MPC mas sempre aquelas mundialmente conhecidas como Avril Lavigne (meu lado adolescente skatista de ser) e Rush (o Rock'n Roll que nunca morre dentro de mim).

Sem falar em uma das minhas bandas favoritas (muito famosa aqui em Toronto - afinal os caras são daqui - mas muito pouco conhecida no Brasil) que me foi apresentada pela Bruna : o Barenaked Ladies (Bruninha, sempre levarei comigo suas deliciosas sugestões musicais de bandas antes para mim desconhecidas e mais alternativas. Até hoje quando quero me animar ligo o som bem alto no Millencolin e é tiro e queda!).

Sim, sou com música assim como sou com culinária, cerveja e povos do mundo - adoro experimentar/conhecer. Mesmo que seja para depois chegar à conclusão que não é para mim. E foi em uma de minhas andanças pelos bastidores da TV Canadense que tive o privilégio de conhecer a Feist (cantora Canadense dona de uma voz de veludo que acaricia os ouvidos!) e assistir à passagem de som que ela fez com sua banda para entrar ao vivo no Breakfast TV (acordar às 5 da manhã para trabalhar tem suas vantagens!).

O som da Feist é para quem curte uma mistura de jazz, bossa nova e algo que chega perto de um indie rock. Embora alguns críticos tenham dito que no álbum Reminder (lançado no país todo esta semana, daí a ida para a TV) há muitas músicas que os amantes do gênero chamariam de mais suaves e os que já não gostam muito diriam que dão sono (tudo é uma questão de interpretação e gosto), eu gostei bastante da moça - digo do som dela e sua banda.

Quem gosta de Norah Jones (Leslie, adivinha em quem eu pensei enquanto assistia a passagem de som?) certamente vai gostar da Feist. Fica a dica de mais uma MPC para os leitores do Era que também é cultura - totalmente parcial mas é! Bom fim de semana à todos!



5 comentários:

Leslie disse...

Quero este CD agora!!!! Será que vai vender no Brasil??? Amiga, veja bem, esta semana voltei as aulas de piano. Também estou fazendo canto. Meu objetivo?? Abrir o show da Norah Jones quando ela decidir vir para cá!!! Ahahahaha! Já pensou??? Bem, muito provavelmente vou ter que esperar um pouco a Feist chegar por aqui. Mas vou procurar porque n"ao custa tentar né mesmo??? Bjs e adorei!

bruna disse...

Paul, que legal que você ainda ouve Millencolin! Realmente é música para acordar qualquer um. Antes de ler seu post estava aqui ouvindo Barenaked, coisa que eu não fazia há meses...coincidência total. Vou ver se encontro algo dessa Feist, valeu a dica! Beijo grande e ótimo final de semana!

Zuina disse...

Paul, falando em música popular, esqueci de te contar o que eu costumo cantar aqui pra irritar as meninas (e os meninos e todo mundo que passar por perto): Amado Batista! É o que vc disse, são fases de experimentação! hahaahahahha...Brincadeirinha.
bjs
Zuina

Mirela disse...

Oi Paula
Obrigada pelo seu carinhoso recadinho lá no blog e por ter me ligado!
Estamos muito felizes com a novidade, principalmente a Mari que está ansiosa pela irmãzinha (ela quer uma menininha)
Super beijo

Caldêra disse...

Hey
Eu continuo ouvindo muuuuuuito BNK. Achei umas bathroom sessions (vê lá no meu orkut) sensacionais.
Zuína, está cantando??????
Eita! Quando eu cantava ela mandava eu parar!!!!
beijo e muita saudade!