16.8.07

O currículo invisível

Embora logo que cheguei aqui, em setembro de 2006, não me foram dados oficialmente os poderes de Sue Storm – a mulher invisível – o meu currículo como que em um passe de mágica tornou-se invisível criando e projetando poderosos campos de força repelente aos departamentos de Recursos Humanos das empresas presentes no Canadá.

Fantasia vinda direto dos quadrinhos da Marvel? Incompatibilidade de gêneos entre mim e os “gerenciadores do fator humano”? Complô maquiavelicamente elaborado pelo Doutor Destino – vulgo Victor Von Doom – contra a minha pessoa? Claro que nao!

Apenas o caminho natural (duro, mas natural) de qualquer imigrante que chegue pelas bandas de cá com o meu perfil (pessoal, professional e patológico:). Tanto que, nove meses depois (ops! trata-se de uma gestação com complicações no meio do caminho, parto realizado com fórceps e tudo mas que acabará gerando um lindo e mais consistente resultado!) eis que cai a capa invisível que pairava sobre meu currículo e sobre mim mesma enquanto profissional competindo na minha área de atuação por aqui!

Em um período de menos de dois meses (julho/agosto 07), após os 9 meses de uma gestação complicada, é que a “brincadeira” está começando! Nunca participei de tanto processo seletivo (ou melhor, antes nunca sequer chamada para entrevistas eu era), pesquisei tanto empresas para a preparação das boas entrevistas que finalmente estão acontecendo – e todas na minha área em boas empresas! Esta semana mesmo estou ocupada com dois processos paralelos. Sinal dos tempos!

Claro que o fato de fazer entrevistas não signifca o emprego em si mas a lógica mais pura que conheço é a de que sem fazer entrevistas o trabalho não vai surgir é nunca! E quem está por aqui sabe bem o que é ficar meses e meses investindo em vários estratagemas que - no início são apenas investimentos à longo prazo - e nada acontecer momentâneamente.

É isso, passei para celebrar esta minha nova etapa por aqui e relembrar que a sabedoria popular novamente é muito bem aplicada ao imigrante que aqui chega – “O Tempo é o SR. Da Razão!” Quanto à emoção, bem, para estas usamos nossos poderes de Sue Storm e projetamos poderosos campos de forças – de presença, psicológica, física, mental, intelectual e todas as forças que o vocabulário permitir juntar para continuar caminhando sempre!

Um excelente fim de semana aos queridos que me acompanham nesta jornada!

14 comentários:

Mariana disse...

Que coisa boa, Paula!

O prazo de 9 meses assusta um pouco os mais desavisados, mas é isso mesmo! É complicada essa realocação...

Eu ainda não estou por aí, mas já sei como funciona o esquema! Sem a tal experiência canadense, tudo é mais complicado, né?

Bom, boa sorte e espero por boas novas aqui em breve!

Abraços,
Mariana

Jeanne disse...

Infelizmente o TEMPO eh o senhor de tudo.
Estou aqui ha 3 semanas e ha 2 procurando emprego, mas para mim parece uma eternidade.
Como falar eh muito facil entao nao seria amis uma a te dizer para ter calma e paciencia que um dias as coisas acontecem. NAO. Desejo sorte e sucesso. Espero em breve receber um convite para comemorarmos seu primeiro emprego!
Bjs

Rogério disse...

Parabéns pelo momento que está vivendo!!!

"Quem espera sempre alcança!"

Tudo de bom e aproveito os ventos que estão batendo em seu barquinho, rs...

Abraço!

Rogério

lizete disse...

Bem...Eu já lhe disse anteriormente,que seu encaixe profissional,está acompanhando, nosso " belo VINICIUS"!!Que, agora, já com os bracinhos levantados(para o equilíbrio), dá seus primeiros passos!!
É bem por aí, mesmo, querida filha, vc tb, já está dando seus primeiros "passos"....Logo, logo andará, célere, com os braços, na posição normal!!!Assim, como ele! Bjsss.....

Fabi disse...

Que bom!!!!!!!! É um saco fazer tantas entrevistas, mas com certeza é sinal de que as coisas estão começando a andar. Logo você chega lá!!!!!!!!!!!!!!!! Bjokas

K disse...

Deve dar nos nervos!!!

Respira e continua em frente que uma hora chega.

Aliás, a tal da capa invisível era a falta de experiência canadense, não?

Estou aqui torcendo e acompanhando.

Beijo,

K.

Caldêra disse...

Olha só, tem sempre um lance positivo nessa de fazer entrevistas e processos: vc vai ficando expert e faz contatos. E na nossa área, já dizia Maomé, as pessoas se cruzam, descruzam e tudo mais. Não tenho a menor, eu disse, a menor dúvida de que vai rolar. E quando rolar, amiga, aí segura, pq vai ser o MELHOR lugar ou no mínimo o lugar pelo qual vc tinha que passar nessa etapa.
Eu queria estar aí para, no seu primeiro dia, te dar um moooooonte de fitinhas e um girassol beeeem lindo pra vc pendurar no puxador do seu armário, hein, hein?
Saudade, enorme e sempre.
Caldêra

Eliane disse...

Paula Regina, toda a sorte do mundo para vc, estamos aqui na maior corrente positiva e que Deus te abençoe! Beijos, Eliane.

Carol, Ênio e Leila disse...

Que bom. As coisas começam a andar.

Boa sorte,
Carol

Cris disse...

Paula, tomara que em pouco tempo vc consiga se colocar no mercado aqui no Canadá. Estamos na torcida. Bj

Pinguinland disse...

Fazia tempo que não comentava aqui no Era, mas não posso deixar de te desejar MUUUITA sorte.
Que o emprego nasça após esta dolorosa gestação e lhe traga muitas alegrias, como só um filho pode dar!!!

abraços

Cecilia Brandao

CRIS disse...

Paula!!! Estive uns tempos sem ler o Era e fico muito feliz em ler sobre essas boas novidades!!! É isso o que a Caldera falou, as pessoas nesse mercado cruzam e descruzam. Circular é algo que vai render frutos agora e depois. Quem levar a Paulinha vai ter muito sorte em tê-la por perto! Beijos e abraços com saudade, Cris (e Persio!)

Leslie disse...

Amiga, passei aqui para me atualizar com relação a sua canadian life... acabei de chegar de um evento de Sundown e lembrei muito de vc. Uma coisa é certa: este tempinho que vc está passando longe das agruras da nossa profissão só vai servir para vc voltar cheia de novas idéias e botando pra quebrar sempre. Palavra de quem ficou meses afastada no ano passado!!! Confie mais do que nunca no seu taco porque seu dia tá chegando... vc vai ensinar para nossos amigos canadenses com quantos teasers, coletivas e entrevistas se faz um belo trabalho de AI. bjs da sempre amiga Lé

Verônica Heringer-Ames disse...

oi Paula,
tudo bem?
Descobri recentemente o seu blog e estou amando as suas dicas. Está sendo também uma grande fonte de inspiração, já que tamém sou jornalista e tento me adaptar à nova realidade do mercado daqui enquanto a minha residencia não sai!
Boa sorte com os seus novos desafios profissionais!!!!
Um beijo