17.8.08

Terapia do Grito

Já repararam como muitas vezes em nossas vidas temos vontade de gritar muito apenas para espantar os males e dar uma rasteira no baixo astral e stress? Não sei para você, mas para mim a terapia do grito é tão eficaz quanto a minha sagrada meditação diária e os exercícios físicos para a manutenção do equilibrio entre a minha saúde física e mental. Tá, tudo bem que é muito mais fácil e aceito socialmente meditar e fazer exercícios. Vocês não pensaram que para colocar a terapia do grito em prática eu saio gritando pelas ruas feito uma doidivanas, pensaram? Claro que não né gente!

Para o bem de adeptos da terapia do grito como eu, inventaram a montanha-russa e os parques de diversão. Desde que me conheço como gente tenho verdadeira paixão por montanha-russa e sempre fui daquelas de descer do carrinho e entrar na fila novamente. A última vez que estive no Brasil e fui ao Hopi-Hari com a minha afilhada perdemos as contas de quantas vezes subimos e descemos da montanha-russa, né Rafa? Sem falar dos vários gritos dados na montanha-russa do Playcenter durante a minha adolescência (sim, eu conheci a EVA - a boneca gigante, assisti ao show dos ursos e andei no carrinho da montanha encantada. Só não tinha ainda consciência, naquela época, dos benefícios que a terapia do grito traz:) 

Pois é, daí a pessoa se muda para o Canadá, junta um casal de amigos e o marido, vai ao Wonderland e se acaba de tanto gritar ao subir e descer 7 vezes de 4 montanha-russas diferentes! Eu nunca vi tanta montanha-russa em um parque só! É a meca da terapia do grito! 

Graças ao marido, que comprou os ingressos em uma promoção da "firma" para a qual ele trabalha, o parque abriu algumas atrações principais, incluindo a nova BEHEMOTH, com uma hora de antecedência para que os funcionários da Rogers curtissem os brinquedos sem fila. Com isso, fomos 3 vezes seguidas na Behemoth para depois começar o dia com todos os outros frequentadores do parque e dar sequência à nossa saga pelas montanha-russas. 

Para quem gosta de montanha-russa e está no Canadá, eu recomendo muito a terapia do grito, ou melhor, uma ida ao Wonderland. Só não se surpreenda se, ao final de um dia inteiro brincando, você não encontrar mais a sua voz e seus referenciais de chão e céu tiverem ido por água abaixo de tanto que subiu, desceu e virou de ponta cabeça! O vídeo abaixo, apesar de não passar a velocidade que este "bicho" pega, dá uma idéia do percurso da Behemoth, a nova e mais disputada atração do parque testada e aprovada por nós!!





7 comentários:

Mariana disse...

Oi Paula!

Adooooro parques de diversão e montanha russa. Faz muito tempo que não vou e tinha esquecido de todos esses benefícios terapêuticos! Estou até precisando, sabe? Aqui em Recife tem um parque só, meio fraquinho... Vou ter que esperar chegar no hemisfério norte! ;)

Beijos,
Mariana

Ross e Rachel disse...

Oi Paula,

Com certeza a montanha russa é o meu brinquedo preferido em parques de diversões...rs.. Muito legal esta terapia....hahahah principalmente pq eu adoro gritar...rs.

Bjs
Rachel

Anônimo disse...

Quem é o casal de amigos anônimo ?
Pois é, devo confirmar que é tudo de bom.

beijos,
nós

O Meio do Mundo disse...

Oi!
Busquei brasileiros e canadá no Google e caí aqui no teu blog. Já vi que há outras pessoas na mesma situação que eu buscando estas informações. Desculpe por essa amolação de um desconhecido, mas eu ficaria muito grato se você pudesse me ajudar. Vou ao Canadá em setembro. Tenho contatos em Universidades. Mas são contatos com departamentos, coisas impessoais.
Mais uma vez desculpe. Peço por tua ajuda.
A intenção minha e de minha família é a de imigrar. Passaremos 3 semanas em Toronto, Ottawa, Québec e Montreal. Além disso, passarei em St. Catherines e Sherbrooke.
Um abraço!

André Coruja
andrecoruja@gmail.com

fran disse...

oi...nao pude deixar de comentar ano passado fui estudar ai por um mes..e logico que fui ao wonderland.Maravilhoso e exerci tb minha terapia.Morro de saudade dai..tenho maior carinho pelos canadenses e espero um dia voltar!!!

LIZETE disse...

MEU DEUS! GELOU, MINHA BARRIGA, SÓ DE VER E PENSAR, NA ALTURA!
GRITO?NÃOOO, ACHO QUE EMUDECERIA!
BEIJOS/SAUDADES!

Anônimo disse...

eu grito dentro do carro com as janelas fechadas qdo estou dirigindo, ou coloco um travessseiro na cara para abafar, ou ainda, grito dentro do guarda roupa.....